21 dezembro 2014

11ªJornada Campeonato Distrital Divisão Honra AFC

21/12/2014

FEBRES 4-0 PAMPILHOSENSE

FEBRES - PAMPILHOSENSE
Febres - Pampilhosense 11ªJ DH 21-12-14 1.jpg

11ª Jornada do Campeonato da Divisão de Honra AF Coimbra
Complexo desportivo de Febres
Assistência: cerca de 150 espectadores
Árbitro: Paulo Avô
Assistentes: Joana Rodrigues e Ana Gaspar
Ao intervalo: 1-0

Pampilhosense:
João Pedro, Rafa, Carapau, Cristiano, Tavares, David Gonçalves, Gravata (marco Alegre 75m), Figueiredo, Galego, Ramalho e David Simões (Nuno Batista 55m).
Suplentes não utilizados: Victoria e Flávio Salgado
Treinador: Carlos Alegre

Febres:
Malva, Diogo Luísa, Maricato, Rodrigo Marques, Amaral, Tiago Loureiro, Miguel Cruz (Diogo Cavaleiro 62m), Filipe Simão (Miguel Luz 51m), Nelson (Luís Rodrigues 72m), Chano e Ricardo Almeida.
Suplentes não utilizados: Diogo Marques e Didi Mota.
Treinador: Patrício

Ação disciplinar:
Amarelos:
Cristiano 77m e Nuno Batista 85m (Pampilhosense); Miguel Luz 34m, Filipe Simão 28m, Chano 63m e Amaral 67m (Febres).

Golos: Chano (gp) 17m, Maricato 80m e Luís Rodrigues 82m e 88m.

Febres - Pampilhosense 11ªJ DH 21-12-14 2.jpg

Depois destas duas equipas se terem encontrado no domingo anterior em jogo a contar para a taça, que ditou o afastamento do Pampilhosense após prolongamento, ambas voltaram a encontrar-se, desta feita para o campeonato e em Febres.

Febres - Pampilhosense 11ªJ DH 21-12-14 3.jpg

Foi um Pampilhosense remendado o que se deslocou a Febres para tentar um resultado positivo num jogo dificil. E foi precisamente a equipa da casa a entrar bem, que logo aos 6m assustou a baliza de João Pedro com Maricato a cabecear com perigo na sequência de um pontapé de canto. O golo acabou por surgir, à passagem dos 17m, através de uma grande penalidade a castigar uma mão de David Gonçalves na grande área serrana, Chano foi chamado a converter e não desperdiçou. A equipa do Febres podia ter dilatado o marcador, aos 22m, mas Nelson, sozinho na direita, proporcionou a João Pedro a primeira boa intervenção da tarde. A partir daqui a equipa do Pampilhosense melhorou, subiu no terreno e criou, principalmente por Galego, algumas situações de maior aperto para a defensiva da casa, mas faltou sempre uma conclusão afinada.

Febres - Pampilhosense 11ªJ DH 21-12-14 4.jpg

A segunda metade começou da mesma forma como terminou a primeira, com o Pampilhosense a tentar chegar a igualdade, mas faltava sempre qualquer coisa no último terço do terreno. Aos poucos o Febres começou também a subir no terreno e a querer sentenciar o encontro. Nelson primeiro, aos 71m, viu João Pedro a negar-lhe e golo e Nuno Batista a salvar sobre a linha, e aos 74m foi Chano a isolar-se mas o guardião pampilhosense esteve, uma vez mais, brilhante. O golo da tranquilidade para os da casa acabou por surgir a 10m do final do encontro. Num livre lateral apontado por Rodrigo foi Maricato que, depois da defesa de João Pedro e no meio da confusão, sentenciou o encontro. Este golo mexeu com a equipa serrana que perdeu o discernimento e permitiu que o Febres dilatasse o marcador. Dois minutos depois, num passe para as constas da defensiva visitante, Luís Rodrigues surgiu isolado e fez o 3-0. O mesmo Luís Rodrigues, aos 88m, bisou a passe atrasado de Chano e fez o resultado final de 4-0.

Num jogo em que os da casa entraram melhor e marcaram de grande penalidade, o Pampilhosense respondeu mas faltaram oportunidades de golo. A segunda metade começou da mesma forma como terminou a primeira, mas sem que o Pampilhosense conseguisse criar verdades ocasiões para marcar. Aos poucos o Febres melhorou e nos últimos 10m construiu a goleada.

O trio de arbitragem teve um trabalho regular.

FONTE 
http://gdpampilhosense.blogs.sapo.pt/

Taça AFC - 2ª Eliminatória

PAMPILHOSENSE - FEBRES
Pampilhosense - Febres II eliminatória Taça AFC

Oitavos de final da Taça AF Coimbra
Estádio: Campo de São Mateus em Pedrogão Grande
Assistência: cerca de 100 espetadores
Árbitro: Telmo Carvalho
Ao intervalo: 0-0

Pampilhosense:
João Pedro, Tavares (David Simões 76m), Carapau, Cristiano (Marco Alegre 111m), João Palheira, David Gonçalves, Rafa, Figueiredo, Flávio Salgado, Galego e Ramalho.
Suplentes não utilizados: Vitória e Nuno Batista
Treinador: Carlos Alegre

Febres:
João Malva, Diogo Luísa, Maricato, Rodrigo Marques, João Amaral, Tiago Loureiro (Luís Rodrigues 81m), Miguel Cruz (Ricardo Almeida 61m), Gonçalo, Filipe Simão (Diogo Cavaleiro 71m), Nelson e Chano.
Suplentes não utilizados: Diogo Marques e Miguel Luz.
Treinador: Patrício Duarte

Acção disciplinar:
Amarelos: Galego (73m), João Palheira 92m, Rafa (99m) e David Simões (102m) (Pampilhosense); Tiago Loureiro (75m) e Gonçalo (97m e 115m) (Febres).
Vermelhos por acumulação: Gonçalo (115m) (Febres).
Vermelhos diretos: João Palheira (108m) (Pampilhosense).

Golos: João Palheira 90m+5m (Pampilhosense); Chano 51m e 108m gp e Nelson 113m (Febres)

Pampilhosense - Febres II eliminatória Taça AFC

Este era o primeiro de dois encontros no espaço de uma semana entre Pampilhosense e Febres, agora para a taça e depois para o campeonato. Perante o detentor do trofeu, que na edição anterior eliminou o Pampilhosense nas grandes penalidades, os serranos tentavam seguir em frente e vingar esse afastamento. Já o conjunto do concelho de Cantanhede queria, como é óbvio, vencer e continuar na defesa do título.

Pampilhosense - Febres II eliminatória Taça AFC

No primeiro tempo o conjunto de Pampilhosa da Serra, a jogar em casa emprestada, dispôs das melhores ocasiões para marcar, mas foi precisamente o Febres a primeira equipa a criar perigo. Aos 14m Nelson ganhou a bola a defensiva da casa mas só com o guarda-redes João Pedro pela frente não conseguiu levar a melhor. Aos 33m o Pampilhosense construiu a primeira situação para marcar, João Palheira cruzou da esquerda e Galego rematou de primeira para uma excelente intervenção de João Malva. Na sequência do pontapé de canto o guarda-redes visitante voltou a estar em evidência a efectuar mais uma boa defesa a cabeceamento de David Gonçalves. Aos 39m, em mais uma rápida incursão de João Palheira pela esquerda, Figueiredo surge na pequena área a concluir ao lado o cruzamento do companheiro. Ao intervalo o nulo era um resultado que castigava a inercia atacante do conjunto pampilhosense.

Pampilhosense - Febres II eliminatória Taça AFC

O segundo tempo quase abriu com o golo dos forasteiros, aos 51m. Nelson com espaço rematou cruzado de fora da grande área, a bola embateu no poste e sobrou para Chano que, oportuno, rematou a contar para a baliza deserta. A partir daqui o conjunto “aurinegro”, em vantagem, tentou controlar o encontro, enquanto o Pampilhosense procurava responder e tentar chegar a igualdade que tardava em acontecer. E foi só em período de compensação, aos 95m+5m, que numa jogada de insistência a bola sobra para João Palheira que rematou cruzado e de primeira para um bonito golo, levando o jogo para prolongamento.

Pampilhosense - Febres II eliminatória Taça AFC

No prolongamento, as coisas ficaram decididas na segunda parte, depois de uma primeira parte já com sinal mais para o Febres e com Nelson (98m) a permitir uma boa defesa a João Pedro. Aos 108m o árbitro da partida assinala uma grande penalidade por derrube de João Palheira (que viu o vermelho direto) a Chano, num lance em que o árbitro assistente assinala fora de jogo dando depois o “dito por não dito”. Alheio a tudo isto, o Febres não se fez rogado e Chano aproveitou para fazer o 2-1. Em desvantagem no marcador e com menos uma unidade, o Pampilhosense arriscou e subiu no terreno. Aproveitou o Febres que numa jogada de ataque rápido sentenciou o encontro com Nelson a surgir isolado e perante o guarda-redes João Pedro não teve dificuldade em fazer o 3-1 final.

O Pampilhosense não aproveitou as ocasiões do primeiro tempo para se colocar em posição de vantagem, já o Febres, a começar o segundo tempo, adiantou-se no marcador e controlou o encontro até ao ultimo minuto, altura em que surgiu o merecido empate para o Pampilhosense levando o jogo para prolongamento. No prolongamento, e numa fase em que pairava no ar a possibilidade das grandes penalidades, surgiu uma grande penalidade fruto de um lance polémico que veio desbloquear o encontro e garantir para o Febres a passagem a fase seguinte.

O trabalho da equipa de arbitragem não merece, de forma nenhuma, nota positiva. Foram vários os erros ao longo do encontro a prejudicar ambas as equipas, mas na retina fica o lance que antecedeu a grande penalidade que garantiu o 2-1 para o Febres. Na altura do cruzamento foi visível em todo o estádio que o árbitro assistente levantou de pronto a bandeira assinalando fora de jogo, mas depois deu o “dito por não dito”!

Resultados:
Condeixa 1-2 Vigor Mocidade

Góis 2-3 Tocha

Ac. Gândaras 1-2 Académica OAF B

S. Mamede 1-2 Penelense

Sepins 0-1 Moinhos

Brasfemes 0-1 Lousanense

Carapinheirense 1-1 (4-1 ap) Ançã FC

Pampilhosense 1-1 (1-3 ap) Febres

FONTE:
http://gdpampilhosense.blogs.sapo.pt/

10ª Jornada Campeonato Distrital Divisão Honra AFC

07/12/2014

Lagares da Beira 0-2 Febres

Golos Febres:
Nelson Santos
Diogo Marques


16 novembro 2014